Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

Informamos que, foi publicada no Diário Oficial da União, a Portaria nº 14 que disciplina o trânsito de veículos en lastre na Alfândega da Receita Federal do Brasil em Mundo Novo/MS. Desse modo, a Portaria nº 14 estabelece:


Art. 1º O trânsito de veículos de carga en lastre de exportação, no sentido Brasil para o Paraguai, nesta Alfândega se dará da seguinte forma:

I - De segunda-feira a sexta-feira, deverá ocorrer pelo pátio de cargas desta Alfândega, durante o horário das 07:30 horas às 16:30 horas;
II - Aos sábados e feriados, deverá ocorrer pela via de rodagem destinada aos turistas, no horário das 07:30 horas às 10:30 horas;
III - Aos domingos, deverá ocorrer pela via de rodagem destinada aos turistas, no horário das 08:00 horas às 09:30 horas e das 15:30 horas às 17:00 horas

Parágrafo Único. É vedado o trânsito de veículos com Termos de Admissão Temporária de Pneus nos horários e dias previstos nos incisos II e III.

Art. 2º O trânsito de veículos de carga en lastre de importação, sentido Paraguai para o Brasil, somente ocorrerá pelo pátio de cargas desta Alfândega de segunda-feira a sexta-feira, das 07:30 horas às 16:30 horas.

Art. 3º Ficam revogados o parágrafo segundo do artigo 2º do Manual de Normas de Controle de Pessoas e Veículos no Pátio de Cargas da Alfândega da Receita Federal de Mundo Novo/MS e a Portaria ALF/MNO nº 73, de 10 de dezembro de 2018.

A Portaria nº 14 entra em vigor a partir da data de sua publicação.

Leia Mais

Diante da Notícia Siscomex Exportação nº 28/2019, foi informado que:
• Fica abolido o dossiê papel para o despacho de exportação;
• Somente o MIC/DTA papel será recepcionado pela concessionária na entrada do veículo no PSFI e posteriormente será devolvido ao transportador na liberação do veículo;
• Na transposição de fronteiras nas pontes, o MIC/DTA será carimbado pela RFB, qualquer que seja o canal;
• As DUEs em canal verde não exigem anexação de documentos no Portal Único;
• As DUEs parametrizadas em canal laranja ou vermelho não serão analisadas pela RFB até que os documentos instrutivos, incluindo MIC/DTA papel, sejam anexados no Portal Único;
• Eventuais ressalvas de MIC/DTA papel exigirão que os transportadores retirem os documentos, façam a ressalva e encaminhem a RFB.

Considerando a importância da medida, a ABTI buscou informações sobre o andamento do procedimento nas fronteiras, para auxiliar na atuação dos associados em cada local. Desse modo, foi conferido que as cidades de Chuí, Porto Mauá, São Borja, Dionísio Cerqueira, Uruguaiana e Foz do Iguaçu, aderiram à anexação digital de Dossiê na exportação, através da DUE no site do Portal Único de Comércio Exterior. Em Santana do Livramento, a RFB ainda estuda a melhor maneira de atender a norma. A associação tentou contato com diversas fronteiras, mas só obteve retorno das que foram citadas anteriormente.

A ABTI compreende que a anexação do CRT e MIC/DTA se mantém padrão, porém as fronteiras tiveram que adequar alguns procedimentos de acordo com a localização dos recintos alfandegados e da necessidade de controle do Trânsito Aduaneiro Simplificado (TAS), até a efetiva saída do país.

Leia Mais

A Confederação Nacional do Transporte (CNT), apresentou ao Secretário de Desenvolvimento da Infraestrutura do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, o Plano CNT de Transporte e Logística 2018 que identifica quais projetos devem ser aplicados para solucionar os problemas e modernizar a infraestrutura de todos os modais (rodoviário, ferroviário, aquaviário, aéreo e transporte público) no Brasil.

O representante da CNT, o diretor-executivo, Bruno Batista, explicou que o plano prevê a necessidade de investimentos em torno de R$ 1,7 trilhão em 2.663 projetos para que seja desenvolvido um sistema de transporte integrado de cargas e passageiros. O objetivo do encontro foi contribuir para a construção do Plano Integrado de Infraestrutura que está sendo desenvolvido pelo governo.

De acordo com o secretário Diogo, o plano desenvolvido pelo governo estima organizar as necessidades de infraestrutura do país para os próximos 30 anos, contribuindo para atrair investidores nacionais e estrangeiros. Desse modo, ele ressalta que os estudos e produtos da CNT são importantes para o planejamento governamental.

Leia Mais

Rua General Bento Martins, 2350
Uruguaiana - RS - Brasil
Cep: 97501-546
abti@abti.org.br

logoBoto

Siga-nos

face twitter in

+55 55 3413.2828
+55 55 3413.1792
+55 55 3413.2258
+55 55 3413.2004